segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Recepcionando pelo Céu !

Depois de 1 ano sem postar nada neste blog, decidi voltar, tirar a poeira e recomeçar do zero, não pretendo deletar as postagens sobre a profissão de Recepcionista mas dar continuidade. Isto se deve ao fato do rumo dos meus planos profissionais, que mudaram de “vinho para água”, exatamente; A água sem dúvida é a melhor bebida que temos enquanto o vinho não nos tira a sede. E se tratando da vida profissional, se encontrar é muito difícil.

Descobrir o que se gosta de fazer leva tempo, e só conseguimos descobrir nosso dom tentando fazer de tudo, ou de tudo que for ao nosso alcance. Trabalhei como recepcionista de 2008 à 2013, sobre a profissão, só tenho a elogiar. Não há nada mais gratificante que tratar bem as pessoas e receber de volta o mesmo. Quando decidi criar o blog, confesso que fui atropelando etapas, logo eu que já tinha outro blog! Mas estes exatos 366 dias, me deram experiência o suficiente para escolher definitivamente o que quero para mim.

Depois de muito pesquisar, acompanhar algumas pessoas pela internet e estudar a ideia de ser Comissária de Voo ( Aeromoça ), em dezembro no dia 16 fiz minha matricula, e  desde então começou a minha saga. Eu sabia que não seria fácil, seria bem mais difícil que conseguir um emprego na minha área de Formação, Secretariado. Mas a cada dia mais eu estava convicta que é isso que eu quero ser.

E qual a relação de ser recepcionista e querer ser Aeromoça, eu acredito que em TUDO.
Ambas profissões exigem profissionalismo, atenção aos cuidados pessoais e principalmente querer SERVIR. Ambas também trabalham diretamente com clientes, e ambas devem estar atentas aos protocolos que sua função exige. Mesmo que, infelizmente no dia a dia vemos pessoas não qualificadas trabalhando de má vontade como recepcionista, ou não levando a profissão a sério, enquanto que para ser Aeromoça, desde a sua criação, a profissão tende a seguir na risca todos os procedimentos, pois se trata de assegurar ao passageiro uma viagem tranquila e segura. Por isso, que repito, a cada dia que fui estudando para ser Comissária de Voo, mais encantada fiquei, mais tinha fôlego para ir todas as noite à Capital, e mais vontade de aprender.


Então, devo voltar contar pelo blog meu desempenho pessoal, pois ainda estou na jornada em busca do meu lugar como Aeromoça, não é fácil, ainda tenho um longo período de estudos, e assim, a cada dia vou compartilhando com vocês, o que sei, e o que vou aprendendo no caminho.

domingo, 21 de setembro de 2014

Introdução sobre o Profissional Recepcionista

 Olá tudo bem?

Ao iniciar o assunto Profissional Recepcionista, tive que estudar o comportamento dos internautas interessados nesta área. Percebi que muitos possuem várias duvidas a respeito das atribuições que um/a recepcionista exerce.
A queixa está relacionada ao fato do profissional de recepção exercer funções correlacionadas com os cargos dos auxiliares administrativos e secretárias.
Primeiro é importante entender que é da função do Profissional Recepcionista é atender ao público, representando a instituição/empresa.
Então podem surgir tais perguntas?

- Como assim, representar a instituição/empresa?

Note que o recepcionista é o anfitrião da casa, ou seja, o que está à frente, o que recebe pessoas. E é de extrema importância que o anfitrião saiba como representar bem o local da qual está expondo. Isso resume que a função principal de receber pessoas, está ligada a imagem e cabe ao recepcionista, saber ser cortês, e representar bem a empresa como um todo.

Como esta função lida diretamente com o publico, existe a necessidade de um Profissional Recepcionista ter habilidades e competências especificas, sendo elas:

- Boa comunicação.
- Boa memória.
- Habilidade em digitação.
- Paciência.
- Simpatia.

- Então por que eu além de receber pessoas, preciso fazer outras funções?
Existe um grande conflito de áreas e cargos, ou seja, muitos profissionais acabam fazendo atividades que não competem com a sua área de atuação, isto acontece principalmente pela falta de mão de obra qualificada, fazendo dos profissionais maquinas multi-tarefas.
 Posso dizer que se você estiver iniciando nesta área, precisa reconhecer o lado positivo deste acontecimento, o aprendizado e a busca de atualização profissional, para que futuramente, você possa não somente ser escolhido, mas escolher o local que quer ingressar como Recepcionista.

- O Recepcionista faz sempre as mesmas coisas em qualquer empresa que for trabalhar?

Não, por isso é importante estar sempre se atualizando, fazendo cursos, não só específicos ao atendimento ao público, mas cursos direcionados à gestão de pessoas. É possível perceber muitos profissionais de qualificações distintas, trabalhando em áreas não relacionadas à sua formação primária; Graduados em Administração de Empresa sendo Secretários, por exemplo, sendo que existe a formação especifica em Secretariado para qualificar profissionais para esta função.
É importante perceber que cada instituição/empresa necessita de profissionais que trabalhem em funções especificas cujo está relacionado a recepção, então presumo em dizer que é SIM, muito importante que exista qualificação profissional para o cargo de Recepcionista.

É muito comum acontecer que das empresas darem oportunidades para quem não tem experiência no ramo de atendimento ao cliente. Mas é importante que estas empresas ofereçam opções a estes novos profissionais se qualificarem profissionalmente, beneficiando todos, evitando custos adicionais por falta de profissionalismo. Porém, pode acontecer que não exista a estimulação por parte da empresa em treinar os funcionários, sugiro que você tome a atitude de procurar se aperfeiçoar.

Então, não espere o melhor momento para ascender na carreira, não espere que outrem sugira que precise estudar, faça de você mesmo um bom profissional, procure se atualizar, faça cursos, melhore sua capacitação, ou até mesmo recicle velhos costumes. A arte de receber bem as pessoas exige esforço, competência e paixão.